Compre um livro da nossa coleção e receba gratuitamente um ticket-voucher para nos visitar!
TICKET-VOUCHER GIFTS LIVRARIA LELLO

Porto Literário: 5 spots que os amantes de livros não podem perder

Porto Literário: 5 spots que os amantes de livros não podem perder

A cidade do Porto tem literatura no seu ADN. Desde ruas batizadas com nomes de autores, a livrarias de rua e alfarrabistas, guardiãs de histórias, quer dos livros que têm nas montras, quer das várias gerações de livreiros que por lá passaram. Uma descrição perfeita para todos os amantes de livros que queiram conhecer um Porto literário.

Como o mais difícil é escolher, este mês a Livraria Lello traz a sugestão de alguns locais que não pode perder: a maneira ideal de aproveitar um dia de Verão (antes ou depois de visitar a Livraria Lello).
 

1. Centro Português de Fotografia (antiga Cadeia da Relação)

O atual “Centro Português de Fotografia”, no edifício da antiga “Cadeia da Relação”, é um dos pontos de paragem obrigatória para todos os amantes do romantismo português. Foi aqui, bem perto da Livraria Lello, que, em apenas 15 dias, Camilo Castelo Branco escreveu aquela viria a ser uma das obras mais importantes da literatura portuguesa, Amor de Perdição [conheça, aqui, a edição da Livraria Lello].

Em homenagem ao autor e à sua obra-prima, o largo em frente ao edifício foi nomeado “Largo Amor de Perdição” e recebeu, em 2012, uma estátua da autoria do Mestre Francisco Simões, que representa o próprio Camilo Castelo Branco.

Onde? Largo Amor de Perdição, 4050-008 Porto

2. Jardim da Cordoaria

A poucos metros da Livraria Lello, encontra um jardim ideal para repousar e, quem sabe, ler algumas páginas. No “Jardim João Chagas”, mais conhecido como “Jardim da Cordoaria”, não falta inspiração literária. O nome oficial do jardim homenageia um conhecido republicano liberal, que para além de político foi jornalista, crítico literário e escritor, editado também pela Livraria Lello, entre 1906 e 1913.

Este recanto de sossego em pleno centro da cidade é ainda habitado pelas estátuas de dois destacados escritores portuenses do século XIX: Ramalho Ortigão, membro da Geração de 70, e o poeta “Só” António Nobre.

Onde? Campo dos Mártires da Pátria, 4050-366 Porto

3. Livraria Moreira da Costa

O roteiro prossegue com a “Livraria Moreira da Costa”, a livraria mais antiga da cidade do Porto, e uma das mais antigas do país, inaugurada em 1902, quatro anos antes da inauguração da Livraria Lello. Este foi o espaço de várias tertúlias literárias no séc. XX e é, ainda hoje, um negócio familiar, que vai na 5ª geração. Se é apaixonado por livros antigos, vai adorar esta livraria alfarrabista que se especializa no comércio de livros raros e em segunda mão, com obras desde o século XVII.  [Também a Livraria Lello dedica um espaço privilegiado aos antigos, raros e de luxo. Conheça-o, aqui!]

Onde? Rua Avis 30, 4050-075 Porto

4. Café Candelabro e Livraria Térmita

Haverá melhor conjugação do que um café e um bom livro? No “Café Candelabro” pode tomar um café ou uma bebida fresca e, ao mesmo tempo, aproveitar para comprar um livro. O plano ideal para o final de uma tarde quente de Verão. O “Café Candelabro” já funciona há mais de 10 anos como café e livraria e em novembro de 2020 inaugurou a “Livraria Térmita”, um espaço dedicado à venda de livros novos e usados.

Onde? Rua da Conceição 3, 4050-215 Porto

5. Pinguim Café

Para os fãs de poesia, o “Pinguim Café” é a escolha ideal para um final de dia descontraído. Abriu portas em 1987 e, desde então é conhecido pelas famosas noites de poesia que acontecem todas as segundas-feiras.  Por elas já passaram nomes relevantes do mundo das Letras e das Artes em Portugal, como Joaquim Castro Caldas, Mário Viegas, Herberto Helder, João Paulo Seara Cardoso, Pedro Lamares, entre muitos outros. Com a pandemia de Covid-19 os encontros passaram da cave para a esplanada, e da noite para o final da tarde.


Onde? Rua de Belomonte 65, 4050-556 Porto

Todos estes locais se destacam por terem conceitos únicos. São a fusão entre o passado com história e a adaptação ao novo presente. Uma ótima sugestão para um dia diferente, dedicado ao Porto e à literatura.



 


SOBRE O AUTOR:
Mariana Soares é mestre em Estudos Interculturais para Negócios e desenvolveu a sua tese de mestrado com o tema "Could Porto be considered a UNESCO'S Creative City of Literature? Strategies to develop Literary Tourism". A paixão pelos livros faz parte do seu dia-a-dia que, atualmente, é passado a trabalhar na Livraria Lello.