Compre um livro da nossa coleção e receba gratuitamente um ticket-voucher para nos visitar!
ENTRADA NA LIVRARIA LELLO O LIVRO IDEAL PARA SI

"Moby Dick" de Jim Morrison está na Livraria Lello

Moby Dick de Jim Morrison está na Livraria Lello

No mês em que se celebra o nascimento de Herman Melville, a Livraria Lello homenageia o autor através da sua obra-prima, Moby Dick. Desde 2019, um exemplar da primeira edição da obra, que pertenceu a Jim Morrison, integra o espólio da centenária livraria portuense.

Concretizando a missão de valorizar o livro e preservar as histórias que tornam cada exemplar único, a Livraria Lello adquiriu, em 2019, o exemplar da primeira edição norte-americana de Moby Dick que pertenceu a Jim Morrison, vocalista dos The Doors, num investimento de mais de 32 mil euros.

“O livro apresenta a encadernação original, marcada pelo tempo e pelo peso das estantes, mas em bom estado de conservação. Contém ainda uma assinatura do proprietário anterior no frontispício, datada de 1890, e inclui uma caixa de couro personalizada por Jim Morrison”, descreve Susana Mano, livreira da Livraria Lello.

Este exemplar foi encontrado no apartamento de Jim Morrison, após a sua morte, em 1971. Desde então, o livro esteve com a família de Pamela Courson, namorada de Morrison. “Um documento legal assinado pela sobrinha de Courson, que atesta a veracidade desta história, acompanha o exemplar”, sublinha Susana Mano.

De acordo com os biógrafos de Morrison, a estrela rock era também um leitor ávido e inspirou-se numa ampla gama de fontes literárias para suas letras, de Blake a Kerouac, passando por Baudelaire, Huxley e Nietzsche.

Moby Dick foi publicado originalmente em três volumes, em Londres, com o título The Whale. Um mês depois, era lançada a edição norte-americana, com o título que se tornou mais famoso e numa versão mais completa que a original. Apesar de a sua profundidade não ter sido inteiramente compreendida pelos contemporâneos, o que explica o facto de durante 50 anos não ter conhecido uma segunda edição, a obra tornou-se num dos maiores clássicos da literatura mundial.